A Estrada Pan-Americana

Ao contrário do que o nome pareça indicar, a Estrada Pan-Americana é na verdade constituída por uma série de vias rodoviárias que une Prudhoe Bay, no norte do estado norte-americano do Alasca, e Ushuaia, na ponta sul do continente, na Terra do Fogo, pertencente à Argentina.

Os seus 48 000 quilómetros de extensão percorrem os mais variados tipos de terreno e paisagens mais ou menos agrestes, pelo que percorrer toda a Estrada Pan-Americana é tarefa reservada apenas para os mais resilientes.

Devido às condições de piso e ao relevo por vezes extremo em algumas regiões, principalmente na América do Sul, recomenda-se que esta travessia seja feita em veículos todo o terreno com tração às quatro rodas, também conhecidos como veículos 4×4.

A Selva de Darién

Aliás, a travessia integral é totalmente impossível sem um desses veículos e mesmo num 4×4 é extremamente complicado atravessar a extensão de território entre o Panamá e a Colômbia, conhecida como a Selva de Darién.

A maior parte das pessoas que pretende atravessar esta região apanha um avião para um curto voo de 40 minutos. Quem estiver com um veículo poderá enviá-lo num navio cargueiro de um país para o outro, tendo esse transporte um custo aproximado de 2000 euros.

Houve já quem conseguisse atravessar a Selva de Darién em veículos 4×4, mas isso foi conseguido com equipas de apoio e tal travessia nunca deve ser empreendida em modo solitário.

De Norte para Sul ou de Sul para Norte?

O sentido da travessia deverá ter em conta acima de tudo as estações do ano e a duração prevista da viagem. É preciso notar que as estações são opostas entre o hemisfério norte e o hemisfério sul, por isso, e para prevenir os riscos do frio extremo e da neve, deve dar-se particular atenção a este aspeto na altura de fazer o planeamento da viagem.